Várzea Grande (MT), 23 de abril de 2024 - 20:04

Politica

06/03/2024 11:42

Ex-Procurador da LavaJato desmente Gilmar Mendes e joga toda a verdade no ventilador

Dallagnol esclareceu o destino dos R$ 2,6 bilhões e critica postura do ministro do STF.

O ex-procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, em publicação no Twitter nesta quarta (6), contestou as declarações do ministro Gilmar Mendes sobre a destinação de bilhões de reais pela Petrobras, descrevendo-as como inverídicas. Mendes havia afirmado em entrevista ao jornal Valor que recursos teriam sido repassados a destinos não identificados, o que Dallagnol prontamente refutou. Segundo ele, o próprio Supremo Tribunal Federal (STF) homologou o acordo que destinou R$ 1 bilhão para a Amazônia e R$ 1,6 bilhão para a educação, tornando a alegação de Mendes facilmente desmentível.

Dallagnol também apontou outras condutas de Mendes, incluindo a violação de leis e regras éticas da magistratura por comentar publicamente casos pendentes de julgamento, criticar colegas de forma depreciativa e admitir julgamentos baseados em critérios políticos. Essas práticas foram destacadas em entrevistas distintas dadas por Mendes a veículos de comunicação como Estadão e Brazil Journal.

A crítica se estende ao uso da mentira por Mendes como estratégia para atacar oponentes políticos, o que levou o jurista Wálter Maierovitch a sugerir o impeachment do ministro. Dallagnol encerra seu posicionamento citando palavras duras do ministro Luís Roberto Barroso dirigidas a Mendes, que ressaltam a incompatibilidade de seu comportamento com os valores e a dignidade esperados de um membro do STF.


Plantão

(65) 99288-0115